Fale conosco pelo WhatsApp

O que é ecoendoscopia com punção por agulha?

O que é ecoendoscopia com punção por agulha?
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Por:

Publicado em 07/10/2021

Ecoendoscopia com punção por agulha é importante para diagnóstico de condições do trato gastrointestinal alto e baixo. Conheça como ele é feita e suas indicações!

A ecoendoscopia com punção por agulha consiste na associação dos exames de endoscopia e ultrassonografia com coleta de material para biópsia, o que viabiliza estudos citológicos e histológicos fundamentais ao diagnóstico e definição do tratamento.

Por meio da ecoendoscopia com punção por agulha pode ser feita a avaliação de paredes tanto do trato gastrointestinal alto — incluindo esôfago, estômago e duodeno —, como do baixo, incluindo cólon e reto.

Além disso, o exame pode ser solicitado para verificar órgãos adjacentes ao trato gastrointestinal, como pâncreas e as vias biliares.

Quais as indicações da ecoendoscopia com punção por agulha?

A realização da ecoendoscopia com punção por agulha tem início com o uso do endoscópio, um aparelho flexível com uma câmera alocada na ponta com uma luz que permitirá a visualização das estruturas internas pelo endoscopista.

Dependendo se será analisado o trato gastrointestinal alto ou baixo, o aparelho pode ser introduzido pela boca ou pelo ânus até o local a ser examinado.

Acoplado ao aparelho estará um equipamento de ultrassom que produz ondas sonoras que são captadas gerando imagens visuais da área analisada. Dessa forma, a ecoendoscopia inclui essas duas abordagens para maior precisão diagnóstica.

Em seguida, é feita a punção, também chamada de punção ecoguiada, na qual é coletada uma amostra de tecidos ou líquidos que serão enviados para análise patológica.

Para coleta do material, a agulha é manuseada pelo especialista por dentro do aparelho de ecoendoscopia até a lesão identificada, seja no próprio trato gastrointestinal como nos órgãos próximos.

Dada as características da ecoendoscopia com punção por agulha, o exame é considerado referência na investigação e diagnóstico de diferentes condições, como: 

  • Massa de difícil acesso ou inacessível por punção percutânea;
  • Punção de neoplasias de pâncreas (exame padrão-ouro);
  • Tumor ou nódulos visíveis apenas por meio de ecoendoscopia;
  • Pancreatite crônica, com identificação de lesões císticas ou massas sólidas;
  • Massas ganglionares peri-digestivas relacionadas a diferentes patologias, como tumores, metástases ou linfomas;
  • Identificação de lâminas de ascite;
  • Avaliação de gânglios metastáticos;
  • Investigação de lesões subepiteliais.

Portanto, a ecoendoscopia com punção por agulha pode servir a diferentes diagnósticos, viabilizando estudos histológicos que seriam inviáveis por outros meios.

Quais os cuidados antes e depois da ecoendoscopia?

Muitos pacientes têm receio quanto às recomendações antes e depois da ecoendoscopia, preocupando-se com os preparativos para o exame. Conheça algumas considerações importantes a seguir.

Jejum

O preparo para a ecoendoscopia com punção por agulha vai depender se se trata de um exame voltado ao trato gastrointestinal alto ou baixo.

No caso da ecoendoscopia alta, indica-se jejum de 8 horas para sólidos e leite, dieta leve na véspera e jejum de 4 horas de água.

No caso da ecoendoscopia do reto e cólon, o preparo para o exame inclui uma formulação específica para limpeza do trato digestivo acompanhada de dieta de líquidos claros com laxativos nos dias que antecedem o exame. 

Nos dois casos, o preparo é fundamental para maior segurança do procedimento, sendo que o não cumprimento das recomendações pode implicar reagendamento do exame.

Medicamentos

Alguns medicamentos deverão ser interrompidos antes da ecoendoscopia com punção por agulha. Para pacientes que fazem uso de remédios para diabetes, eles devem ser evitados na véspera à noite e na manhã do exame.

Outros medicamentos, como aqueles que interferem na coagulação sanguínea, precisam ter seu uso discutido com o médico prescritor e médico endoscopista. As recomendações médicas serão específicas quanto ao período, que varia de acordo com os tecidos a passar por punção. 

Acompanhamento e repouso

Tanto a ecoendoscopia do trato superior como inferior inclui o uso de anestésico e sedação para maior conforto e relaxamento do paciente.

Dessa forma, após o exame o paciente fica em um estado de sonolência pelas horas seguintes. Com isso, ele deve ir acompanhado à clínica para realização do exame e afastar-se de atividades que demandam concentração e reflexo no restante do dia.

A ecoendoscopia com punção por agulha é um importante exame terapêutico e diagnóstico, de forma que o paciente deve preparar-se corretamente para realizá-lo. 

Fontes:

Clínica Gastro RP

Rede D’Or São Luiz

Marque agora o seu exame.
Ou preencha o formulário e em breve, entraremos em contato.
Mais informações: (16) 3636-3902 | (16) 3604-3922

    Cuidar bem de você é nossa
    principal especialidade

    PARA MAIS INFORMAÇÕES ENTRE EM CONTATO