Fale conosco pelo WhatsAppFale conosco pelo WhatsApp Dieta para gastrite: confira os alimentos permitidos - Clínica Gastro RP

Blog

5 de agosto de 2021

Dieta para gastrite: alimentos para quem tem gastrite

A chave para manter a saúde gastrointestinal em dia está no consumo dos alimentos certos. Saiba quais são eles

Prato com alimentos saudáveis - dieta para gastrite

Imagem: Shutterstock

A gastrite é uma inflamação da mucosa que reveste a parede do estômago. Pode ter como causas: o uso de certos medicamentos, principalmente os anti-inflamatórios; a ingestão de bebidas alcoólicas; o fumo e situações de estresse ou, o mais comum, uma infecção provocada pela bactéria H. pylori, normalmente contraída pelo consumo de alimentos.

Os principais sintomas da gastrite são:

  • Dor abdominal;
  • Queimação no estômago;
  • Enjoos;
  • Sensação de empachamento;
  • Perda de apetite;
  • Vômitos.

A melhor maneira de controlar a gastrite é tendo uma alimentação equilibrada e saudável. A dieta para gastrite deve ser baseada em alimentos naturais, rica em frutas, vegetais e alimentos integrais, e pobre em produtos industrializados e processados, como salsicha, frituras e refrigerantes. Esse tipo de dieta para gastrite facilita o processo de digestão, fazendo com que os alimentos passem rapidamente pelo estômago, evitando que o ácido estomacal seja liberado em excesso, causando azia, dor e agravamento do problema.

Alimentos recomendados e contraindicados em uma dieta para gastrite

Uma alimentação equilibrada, rica em frutas e hortaliças com propriedades antioxidantes e carotenoides, pode ajudar a diminuir a lesão da mucosa gástrica. Os alimentos recomendados na dieta para gastrite são:

  • Frutas em geral, exceto as ácidas como limão, laranja e abacaxi, caso apareça refluxo ou dor ao consumir esses alimentos. A maçã é uma das mais indicadas, pois ela é conhecida por aliviar os desconfortos gástricos, por conta de seu efeito antiácido. As frutas vermelhas também são uma boa opção, pois elas contêm flavonoides, compostos antioxidantes presentes em morangos, amora, mirtilo e framboesa, que são conhecidos pelo poder anti-inflamatório e cicatrizante;
  • Vegetais e verduras (de preferência as verde-escuras), que podem ser consumidos cozidos, especialmente durante períodos de crise e dor, pois são mais fáceis de digerir. A batata é uma boa pedida, pois ela reduz a acidez, azia, queimação e dor, diminuindo o processo inflamatório;
  • Carnes magras, com pouca gordura, como frango e peixes, de preferência assados, grelhados ou cozidos. Os peixes, especialmente os de água fria, são uma ótima pedida para quem está seguindo uma dieta para gastrite, pois possuem ômega-3, que reduz a inflamação do estômago e, de acordo com alguns estudos, também impede o crescimento da bactéria pilory;
  • Leite desnatado;
  • Iogurte natural integral;
  • Grãos integrais, como pão integral (absorve parte do suco gástrico que ajuda a agravar os sintomas da gastrite), arroz integral e macarrão integral;
  • Chás tipo camomila;
  • Café descafeinado;
  • Queijos brancos, como ricota, minas frescal ou coalho light;
  • Temperos naturais, como ervas finas, alho, cebola, salsinha, coentro, mostarda. Inclua na sua dieta para gastrite o gengibre, pois ele tem ação anti-inflamatória e bactericida, podendo atuar no controle da  pylori.

Os alimentos devem ser ingeridos em pequenas quantidades, fracionados, aproximadamente de três em três horas, ou seja, quem segue uma dieta para gastrite deve fazer de cinco a seis refeições por dia. Além disso, deve evitar períodos longos em jejum.

Também é recomendado beber bastante água – cerca de dois litros por dia -, e não consumir o leite integral  como um mecanismo para aliviar a dor e a queimação, pois ele estimula a produção de ácido gástrico, o que poderá intensificar a dor. Deve ser utilizado como forma integrante da dieta para gastrite.

Além disso, evite comer exageradamente em uma refeição.

Já a lista daqueles alimentos que devem ser evitados na dieta para gastrite inclui:

  • Carnes processadas: salsicha, linguiça, bacon, presunto, peito de peru, salame, mortadela;
  • Queijosamarelos e processados, como cheddar, catupiry, queijo minas e o provolone;
  • Molhos prontos;
  • Chás verde, mate e preto, ou outros que tenham cafeína;
  • Temperos prontos, caldos de carne e macarrão instantâneo;
  • Comida pronta congelada e fast food;
  • Refrigerantes, sucos prontos, café, chá verde, chá mate, chá preto;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Açúcar e doces em geral;
  • Sal em excesso;
  • Alimentos refinados e frituras, como bolos, pães brancos, salgadinhos, biscoitos;
  • Farinhas brancas, como farofa, tapioca e, em alguns casos, cuscuz;
  • Alimentos ricos em gordura, como carnes gordas, pele de frango, fígado e excesso de peixes gordos, como salmão e atum.

Dica: teste os alimentos que causam desconforto gástrico antes de retirá-los da alimentação.

Gostou de saber um pouco mais sobre como deve ser a dieta para gastrite? O ideal, antes de mudar a alimentação, é se consultar com um especialista para que ele indique o tratamento mais adequado. Nunca se automedique ou siga receitas caseiras, pois elas podem agravar o quadro.

 

Fontes:

Clínica Gastro RP

Hospital 9 de Julho

Blog